Um Defeito de Cor – Ana Maria Gonçalves (Livro em PDF)

Fascinante história de uma africana idosa, cega e à beira da morte, que viaja da África para o Brasil em busca do filho perdido há décadas. Ao longo da travessia, ela vai contando sua vida, marcada por mortes, estupros, violência e escravidão. Inserido em um contexto histórico importante na formação do povo brasileiro e narrado de uma maneira original e pungente, na qual os fatos históricos estão imersos no cotidiano e na vida dos personagens, Um Defeito de Cor, de Ana Maria Gonçalves, é um belo romance histórico, de leitura voraz, que prende a atenção do leitor da primeira à última página. Uma saga brasileira que poderia ser comparada ao clássico norte-americano sobre a escravidão, Raízes.

Nascida em Savalu em 1810, Kehinde, ainda criança, vê sua mãe ser estuprada e morta depois de um ataque de uma tribo vizinha. Com sua avó e sua irmã gêmea Taiwo, ela consegue escapar viva do massacre, fugindo para outra cidade. Lá, ela e a irmã são capturadas e embarcadas em um navio negreiro para o Brasil. A segunda tragédia da vida de Kehinde acontece nesse momento: a avó, depois de se juntar às netas, morre com a irmã Taiwo. Sozinha, ela acaba sendo comprada por um fazendeiro baiano para ser acompanhante de sua filha. Acompanhando a meninas nas lições, Kehinde também aprende a ler e escrever e vai crescendo no meio de outros escravos.

Depois de algum tempo, já com um filho, fruto de um estupro, Kehinde consegue comprar sua liberdade e abre uma padaria com Alberto, um homem branco com quem se envolve e que se torna pai de seu segundo filho. Os negócios não prosperam como o esperado e Alberto se afasta. Algum tempo depois, ela decide fabricar e vender charutos, um negócio que logo se torna rentável. Na mesma época, ela se aproxima da religião e dos costumes de sua terra e acaba se envolvendo numa rebelião, que ficaria conhecida na história como a revolta dos malês. Visada por ser uma africana livre, acaba sendo presa, e, com a ajuda de amigos, consegue fugir da cadeia e sair de Salvador.

Algum tempo depois, retorna somente para descobrir a maior tragédia de sua vida: Alberto, que se tornara um alcoólatra e viciado em jogo, vendera o filho para saldar uma dívida. A partir daí, encontrar o filho torna-se seu único objetivo, o que a leva ao Rio de Janeiro, São Paulo e, finalmente, de volta à África, onde o destino lhe reservaria novas descobertas e tragédias. O leitor além de se deliciar com uma narrativa envolvente, marcada pela fatalidade irá descobrir, com uma impressionante riqueza de detalhe, aspectos pouco conhecidos da cultura e religiosidade africana no Brasil e na África, ao acompanhar a saga de Kehinde, uma personagem forte e marcante, que ficará na história da literatura brasileira. Por meio da história de Kehinde, Ana Maria Gonçalves flerta com a fronteira entre o real e o imaginário ao buscar inspiração para sua personagem na vida de uma heroína lendária na Bahia: Luísa Mahin, cuja existência não é confirmada.

Continuar lendo

Anúncios

Sentimento do Mundo – Carlos Drummond de Andrade (Livro em PDF)

Leitura obrigatória da Fuvest-2013, Sentimento do mundo mostra o poeta mineiro atento aos acontecimentos políticos de sua época. “Tenho apenas duas mãos/ e o sentimento do mundo”, escreve ele nos célebres versos que abrem este volume. “O tempo é a minha matéria, o tempo presente, os homens presentes,/ a vida presente”, acrescenta, em “Mãos dadas”.
Esse Drummond humanista lamenta que as pessoas mantenham olhos cerrados para o mundo, a ponto de permitir a violência – a Segunda Guerra Mundial e a ditadura getulista – e de trocar a compaixão pelo egoísmo de quem vive fechado em si mesmo ou em um “terraço mediocremente confortável” (“Privilégio do mar”).
Tal responsabilidade coletiva se dá inclusive nos poemas em que o autor aborda temas mais pessoais, como “Revelação do subúrbio”, no qual um retorno a Minas Gerais o desperta para a tristeza da noite vista pela janela do carro. A Investigação do passado aparece também em “Confidência do itabirano”: é da cidade natal que o escritor afirma ter herdado o “hábito de sofrer, que tanto me diverte”.

A visão de mundo sombria e pouco otimista não o impede de ser lírico nos delicados “Menino chorando na noite” e “Noturno à janela do apartamento”. E ainda sobra tempo para Drummond homenagear o amigo Manuel Bandeira, num “apelo de um homem humilde” que funciona ainda como um elogio e uma reflexão sobre o fazer poético.

Continuar lendo

Brás , Bexiga e Barra Funda – Antonio de Alcantara Machado (Livro em PDF)

61iuw46v-ql

Os textos dos Clássicos Saraiva são versões integrais e oferecem ao jovem leitor e o público em geral um amplo panorama de livros de leitura fundamental.
Cada livro traz como leitura de apoio várias seções no seu final:
Diários de um clássico – uma versão sobre o autor, seu obra, linguagem e estilo, do mundo em que viveu e muito mais;
Contextualização histórica – um painel de textos de outras obras e de outros autores da mesma época;
Entrevista imaginária – uma conversa fictícia com o autor.
‘Brás, Bexiga e Barra Funda’ trata da vida e dos primeiros imigrantes italianos estabelecidos nos famosos bairros de São Paulo. Desde o impacto da nova língua, que gera o chamado português ‘macarrônico’, à paixão pelo futebol, temos aqui retratado o dia a dia desse povo que contribuiu para a formação do Brasil.

Continuar lendo

Noite na Taverna – Álvares de Azevedo (Livro em PDF e EPUB)

noite_na_taverna_9788525408648_hd

Álvares de Azevedo escreveu Noite na Taverna durante os anos que passou estudando na Faculdade de Direito de São Paulo, de 1848 a 1851. A imaginação romântica de Álvares de Azevedo surge exuberante e a narrativa é feita em estilo repleto de adjetivos e reticências.
É uma obra estruturada em sete partes: um narrador em terceira pessoa introduz o cenário, as personagens, a situação, dando lugar a outros narradores R 11; cinco personagens que, em primeira pessoa, contam aventuras de suas vidas, as histórias são carregadas de fantasia.

Continuar lendo